Buscar

Até dezembro bandeira tarifária será verde



Até dezembro deste ano, a bandeira tarifária em todas as regiões do Brasil será verde. O anúncio está no site da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e se dá em razão da pandemia do coronavirus. O sistema de bandeira tarifária, implantado em 2015 no país, sinaliza se a conta de luz ficará mais cara ou no mesmo patamar atual para o consumidor.

Quando a ANEEL anuncia mudanças na bandeira tarifária é motivo de atenção para os consumidores. Mas o que é bandeira tarifária? O vídeo abaixo explica, de maneira bem simplista, como funciona esse sistema de alerta aos consumidores de energia.

Assista o vídeo, produzido pela ANEEL, para te ajudar a entender melhor como funciona a bandeira tarifária e quais os aumentos que ela pode provocar na sua conta de luz.


Cada modalidade apresenta as seguintes características:

Bandeira verde: condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não sofre nenhum acréscimo;

Bandeira amarela: condições de geração menos favoráveis. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,01343 para cada quilowatt-hora (kWh) consumido;

Bandeira vermelha - Patamar 1: condições mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,04169 para cada quilowatt-hora (kWh) consumido;

Bandeira vermelha - Patamar 2: condições ainda mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,06243 para cada quilowatt-hora (kWh) consumido.