Buscar

Dia 8 de março é consagrado para homenagear as mulheres

O dia oito de março é consagrado à mulher. Todos os dias, porém, deveriam ser a ela dedicados, pois ela é a própria razão da nossa existência. A afirmação é do presidente da CERRP (Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento da Região de São José do Rio Preto), Odair Milhossi, ao destacar que “metade do mundo são mulheres e a outra metade, são os filhos dela”.


Levantamento divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revela que 54,5% das mulheres com 15 anos ou mais integram a força de trabalho no país. Entre os homens, esse percentual é de 73,7%. No movimento cooperativista, segundo a OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), presente em todas as unidades da federação e atuando em sete ramos diferentes, as 5.314 cooperativas congregam mais de 5,6 mil pessoas, das quais 36% são mulheres.


Na CERRP, onde a maior parte das atividades são serviços pesados e de alta periculosidade, são cinco mulheres atuando na parte administrativa e uma integrante no Conselho Fiscal, a agricultora Inácia Izabel Ferreira.


Pesquisa do IBGE


A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), feita pelo IBGE, mostra que a participação das mulheres supera a dos homens em algumas profissões culturalmente identificadas como “femininas” e associadas a menores salários. A maior disparidade é encontrada na categoria dos empregados domésticos, na qual 92 % são mulheres. Elas também predominam no magistério, nas enfermarias e na assistência social. Os dados também mostram que as mulheres possuem mais escolaridade do que os homens.


De acordo com o IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Coorporativa) apenas 7% dos membros dos conselhos administrativos das maiores empresas e órgãos governamentais são mulheres. De acordo com dados do Ministério da Economia, as mulheres detêm 42,4% das funções de gerência, 27% de superintendência e 13,9% de diretoria. Com os dados é possível perceber que, quanto mais alto o nível dentro das empresas, menores são as participações femininas.

Na política, a situação não é muito diferente. Enquanto 4.908 homens administram como prefeito as cidades brasileiras, apenas 662 (11,9%) mulheres têm a mesma função. Na Câmara dos Deputados, das 531 cadeiras, 77 (15%) são das mulheres. E no Senado a bancada feminina é formada por 12 senadoras (4,8%). Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), dos 57,8 mil vereadores eleitos nas últimas eleições 7,8 mil eram mulheres, o que representa 13,5% em todo o País.

Colaboradoras da CERRP