Buscar

Acordo permite que contas de luz sejam pagas com Pix

Dentro de dois anos as contas de luz poderão ser pagas com o Pix, o pagamento instantâneo brasileiro que deverá entrar em operação a partir de novembro. O Pix é o sistema de Pagamento Instantâneo que vai revolucionar as formas de pagamento no Brasil.

O anúncio dessa nova modalidade de pagamento nas contas de luz foi feita, na semana passada, após reunião virtual entre o diretor-geral da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), André Pepitone, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Até o momento, as transferências entre contas bancárias sempre foram feitas por meio de TEDs, que são as Transferências Eletrônicas Disponíveis, e DOCs, que são os Documentos de Ordem de Crédito. E os pagamentos de contas são realizados via boleto, cartões, transações físicas ou até mesmo com dinheiro vivo.

Algumas dessas operações bancárias podem levar dias para serem realizadas e ainda podem acarretar custos para os clientes. Em bancos tradicionais, por exemplo, uma TED pode custar entre R$ 8,00 a R$ 16,00. E é justamente nesses fatores que o PIX pode fazer a diferença.

Com o Pix, em apenas alguns segundos, será possível emitir e receber pagamentos direto pelo celular, a qualquer hora do dia ou da noite. E sem cobrança de tarifa para os clientes.

Segundo a ANEEL, ao garantir o pagamento imediato, o Pix tem potencial de agilizar o religamento da energia, no caso de residências e estabelecimentos comerciais que estiverem condicionados à verificação do efetivo pagamento. Atualmente, esse processo pode levar dias devido às características de pagamento usualmente utilizado para liquidação das faturas.


  • Facebook Basic Black
  • Preto Ícone Instagram

© 2020 CERRP - Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento da Região de São José do Rio Preto - CNPJ: 46.598.678/0001-19