Buscar

CERRP apoia a campanha Consumo Consciente de Energia



A CERRP (Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento da Região de São José do Rio Preto) participa da campanha Consumo Consciente, que incentiva os consumidores a usarem eletricidade sem desperdícios, atitude essencial nesse período em que o Brasil enfrenta a pior escassez hídrica dos últimos 90 anos.


A campanha, que tem apoio da CERRP, é uma parceria entre a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e ABRADEE (Associação Brasileira dos Distribuidores de Energia Elétrica) e alerta para um esforço nacional de uso consciente da energia dando dicas de eficiência energética.


A maior parte da eletricidade consumida no Brasil vem das hidrelétricas. Se não chove o bastante, como tem ocorrido no último ano, o nível dos reservatórios cai e as demais fontes geradoras de energia, como termelétricas, placas solares e turbinas eólicas, não produzem eletricidade suficiente para suprir a demanda quando as hidrelétricas estão com os reservatórios em volumes críticos. Por isso é mais do que necessário o engajamento de todos os brasileiros no uso consciente de energia.


Dicas para economizar energia


Durante o dia, aproveite a iluminação natural e deixe as janelas e cortinas abertas. Além de economizar energia, há o benefício de o ar correr pelo ambiente.


Vai reformar ou construir? Prefira pintar as paredes com cores claras. Os ambientes escuros precisam de iluminação extra para ficar mais claros.


Troque as lâmpadas halógenas ou fluorescentes por modelos mais econômicos. Uma sugestão são as lâmpadas de LED, que economizam até 80% de energia elétrica em comparação com as outras e possuem uma vida útil maior. O custo inicial será compensado com a economia na conta de luz.


Não deixe a TV ligada para as paredes! Se for dormir ou sair dos cômodos, desligue televisores, assim como computadores, ventiladores, lâmpadas e aparelhos de ar condicionado. Mesmo não estando ligados, aparelhos no modo de espera – “stand by” – seguem consumindo energia. Procure tirá-los da tomada.


Ao comprar novos equipamentos, prefira aqueles com o selo de eficiência do Procel ou com a etiqueta “A” do Inmetro.

Em casa procure lavar e passar o máximo de roupas possível de uma só vez. Evite banhos demorados. Feche a torneira enquanto se ensaboa. Sempre que possível, ajuste a temperatura do chuveiro para a posição “verão”, pois em “inverno” o consumo é 30% maior.


Bônus para quem economizar


Para ter direito ao bônus na conta, o consumidor precisará reduzir o consumo de energia elétrica nos meses de setembro a dezembro de 2021, de tal forma que a soma dos consumos de energia elétrica no período seja ao menos 10% menor, em relação à soma verificada no mesmo período de 2020.


Caso seja atingida a meta de redução, o consumidor receberá um bônus de 50 reais por quilowatt-hora (kWh) do total de energia economizada entre setembro a dezembro de 2021 em relação ao mesmo período de 2020.


O bônus é limitado a 20% da energia economizada. Assim se o consumidor economizar 30%, por exemplo, receberá o bônus limitado aos 20% economizados. Se a soma da energia acumulada, nos quatro meses da campanha (setembro, outubro, novembro e dezembro) for inferior a 10% à soma dos mesmos meses de 2020 o consumidor não terá direito ao bônus. De todo modo, vale ressaltar que, mesmo sem o recebimento do bônus, qualquer redução no consumo de energia traz um alivio financeiro para o consumidor por meio de uma economia na conta de luz e ele contribuiu para amenizar a escassez de eletricidade nesse período de crise hídrica.